Português

Dia Internacional da Luta das Mulheres*, 8 de março de 2020 – Apelo à Greve

Se nos paramos, o mundo para!

Convidamos todas as mulheres/FLINT se juntarem a nós na greve do dia 8 de março!

 

A Frauen*streikbündnis de Colônia uniu-se para juntar-se ao movimento internacional da greve das mulheres* ao Dia Internacional da Luta das Mulheres* 2020. No dia 8 de março, lutaremos simbolicamente por todas as mulheres, lésbicas, intersexuais, não-binários e transexuais (FLINT) e diariamente pela liberdade e igualdade.

 

Nós somos feministas, queer e antirracistas.

Nós nos posicionamos contra a desvalorização sistémica das condições de vida

e trabalho das mulheres/FLINT.

 

Nós estamos furiosas porque as mulheres/FLINT na Alemanha e em todo o mundo são discriminadas, oprimidas e exploradas e porque em 2020 ainda temos de lutar pela autodeterminação, pela igualdade e pelos direitos das mulheres/FLINT.

 

Este ano, queremos deliberar, acima de tudo, sobre o trabalho visível e invisível, remunerado e não remunerado das mulheres/FLINT. Trabalho doméstico, criação e educação dos filhos, cuidados com o bem estar da familia e trabalhos de cuidado são tarefas sociais que afetam a todas* nós: a falta de enfermeiros e a escassez de parteiras são uma ameaça à vida para todos. Condições de trabalho ilegais e a exploração dos trabalhadores da área da limpeza, especialmente quando se trata de migrantes são uma realidade. A falta de creches obriga, muitas vezes, as mulheres/FLINT a permanecerem em casa ou a trabalharem meio turno. Os voluntários assumem tarefas que são essenciais em nossa sociedade. As mulheres frequentemente assumem, mesmo sem serem pedidas*s, grande parte do trabalho e cuidado emocional em suas famílias, seus relacionamentos e amizades. E estes são apenas alguns exemplos.

 

Já chega! Não vamos mais aguentar isto! Estamos em greve!

 

Nós reivindicamos:

  • Combate eficaz contra a violência sexual e de gênero;
  • Fim da invisibilidade dos feminicídios, e proteção e apoio suficientes para uma vida livre de violência;
  • Fim da discriminação e exclusão baseadas em gênero, orientação sexual, origem, religião, deficiências físicas/cognitivas e status social;
  • Direito à igualdade de assistência médica, educação e habitação para as mulheres/FLINT, independentemente do sexo, origem e status de residência;
  • Legitimação das solicitações de refúgio relacionadas à orientação sexual e à identidade de gênero;
  • Intolerância à discriminação e o ódio, também na internet;
  • Igualdade de remuneração entre indivíduos que exercem a mesma função;
  • Remuneração adequada e valorização do trabalho doméstico, educativo e trabalhos de cuidado;
  • Melhores condições de trabalho nos setores social e da saúde: mais trabalhadores qualificados e remuneração adequada;
  • Reconhecimento social e político de todo o trabalho remunerado e não remunerado de assistência e enfermagem;
  • Melhor infraestrutura de apoio para mães e pais solteiros, bem como familiares responsáveis pela criação de parentes;
  • Vagas em creches (Kita) para todas as crianças;
  • Descriminalização da*s profissionais do sexo e combate a prostituição forçada;
  • Autodeterminação física e sexual;
  • Superação da dicotomia de sexos socialmente construída;
  • Espaço para discussão sobre a realidade de pessoas trans, inter e não binárias;
  • Autodeterminação reprodutiva. Abolição dos parágrafos 218 e 219;
  • Autodeterminação das nossas vidas e liberdade de escolha em relacionamentos e objetivos de vida.
  • Quebra dos padrões de beleza.
  • Um uso de linguagem que inclua todas as pessoas, por exemplo, * ou _ .

 

No dia 8 de marco de 2020, junte-se ao nosso protesto, clamando em alto e bom som por diversidade, autodeterminação e justiça por e para nós mulheres/FLINT.

 

Queremos aprender juntos e uns com os outros, e condenar qualquer forma de discriminação estrutural e preconceito contra qualquer grupo. Ate lá, você pode participar de inúmeras ações solidárias ou organizar a sua própria greve com os seus amigos, colegas e familiares.

O nosso trabalho diário, que muitas vezes inclui os domingos, não será feito no dia 8 de março.

 

Por um mundo onde não tenhamos medo de sermos mulheres!

__________________________

Mulheres: Representa para todas as pessoas que sentem que pertencem ao sexo feminino.

FLINT: Significa para mulheres, lésbicas, pessoas intersexuais, sexo não-binários e pessoas transsexuais